quinta-feira, 1 de abril de 2010

Timão vence Cerro e faz a festa na Libertadores

Ronaldo só empurra a bola para abrir o placar (Paulo Liebert/AE)

Corinthians continua invicto e lidera o Grupo 1 da competição sul-americana; Vaga sai no próximo jogo?

A festa do Corinthians na Libertadores continua! A vítima desta quinta-feira foi o Cerro Porteño, que até tentou dificultar as coisas, mas acabou perdendo por 2 a 1, no Pacaembu. O Timão ainda está invicto na competição sul-americana.

Com o resultado, o Alvinegro permaneceu líder do Grupo 1 da Libertadores, agora com 10 pontos, faltando duas rodadas para o fim da primeira fase. Já o Cerro permaneceu com apenas um ponto e deu adeus ao torneio internacional.

A vida do Corinthians na primeira etapa não foi fácil. O time começou o jogo afobado, errando muitos passes na entrada da área e sem mobilidade no meio de campo.

Jucilei e Ralf sofreram com a marcação no meio. O Cerro, que não tinha nada a ver com isso, assustou logo aos três minutos. O argentino Nanni recebeu sozinho na área e chutou por cima.

Se o time não jogou bem no primeiro tempo, Elias mostrou porque é um dos homens de confiança de Mano Menezes. Correndo muito como sempre e interceptando os contra ataques adversários, o camisa 7 ainda teve tempo de fazer linda jogada aos 11 minutos. Ganhou do zagueiro na corrida e, na saída do goleiro, tocou sutilmente. Mas Barreto conseguiu pegar.

Aos 19, o lance mais perigoso da primeira etapa até ali. Novamente com Nanni, que recebeu dentro da área sozinho, mas bateu mal outra vez e a bola foi longe do gol de Rafael Santos.

Mas o Timão mostrou quem manda no Pacaembu! Moacir avançou em velocidade pela direita, cortou o defensor e cruzou. A bola desviou no zagueiro e foi para o gol, Barreto ainda tentou espalmar, mas a bola sobrou para Ronaldo que, de frente para o gol, só teve o trabalho de empurrar para a rede.

O segundo tempo começou mais corrido. Os laterais Roberto Carlos e Moacir tiveram boas arrancadas pelos lados e Danilo voltou mais acordado no meio.

O segundo gol até demorou, mas saiu aos 18 minutos. Dentinho arrancou e sofreu falta duríssima na entrada da área. Na cobrança, Chicão cobrou com categoria e colocou a bola no ângulo de Barreto, que tentou defender, sem sucesso. Este foi o 30º gol do zagueiro com a camisa alvinegra.

Após o gol de Chicão, o Corinthians foi todo ao ataque. Ronaldo, Moacir, Elias e Dentinho tiveram boas chances de marcar, mas não conseguiram suplantar a defesa paraguaia.

O Cerro Porteño ainda chegou a assustar aos 36 minutos. Zeballos ajeitou de cabeça para Julio dos Santos dentro da área. O meia chutou no canto direito, diminuindo o marcador para a equipe paraguaia.

E o jogo, que estava fácil, tomou um ar dramático. Em três oportunidades, o Cerro chegou com perigo ao gol de Rafael Santos. Os mais de 30 mil corintianos, seguraram as suas respirações.

Mas foi só um susto. O torcedor do Corinthians poderá comemorar o feriado de Páscoas sem preocupações. Com 10 pontos, o time pode garantir a sua classificação para as oitavas de final da Libertadores já na partida do próximo dia 14 de abril, quando enfrentará o Racing (URU), em Montevideo. Uma vitória basta.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 CERRO PORTEÑO (PAR)

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora
: 1/4/2010 - 19h15
Árbitro: Victor Hugo Carillo (Fifa-PER)
Auxiliares: Luis Ávila (Fifa-PER) e Luis A. Abadie (Fifa-PER)
Renda/público: R$ 1.976.805,00 - 30.321 pagantes
Cartões amarelos: Ralf (COR) Nuñez, Herner, Burgos (CER)
GOLS: Ronaldo 36'/1°T; Chicão 18'/2°T; Júlio dos Santos 36'/2°T

CORINTHIANS: Rafael Santos; Moacir, Chicão, William, Roberto Carlos; Jucilei, Ralf, Elias, Danilo (Tcheco - 45'/2°T) ; Ronaldo (Iarley - 41'/2°T) e Dentinho (Jorge Henrique - 38'/2°T). Técnico: Mano Menezes

CERRO PORTEÑO (PAR): Barreto; Piris, Herner, Luis Cardoso, Cristaldo; Nuñez (Irrazabál - 14'/2°T), Vilarreal, Burgos (Cacéres - 29'/2°T) e Julio dos Santos; Zeballos e Nanni (Ereros - 24'/2°T). Técnico: Pedro Toglio.

MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário